Primeira fase do novo açude das Termas dem fase de conclusão




A água já circula no novo açude das Termas, com a conclusão da 1.ª fase do projeto, na margem esquerda do Rio Vouga.
Esta obra, que era uma pretensão antiga do Município e da APA (Agência Portuguesa do Ambiente), era essencial uma vez que o antigo equipamento se encontrava obsoleto e com falta de condições para garantir o melhor escoamento do caudal do rio.
Mais do que um projeto de lazer, este é um projeto fundamental para a regulação dos caudais do rio e do sistema de alerta de cheias para os residentes, empresários e equipamentos públicos existentes nas margens do Vouga.
A obra vai avançar agora para a margem direita do rio, no sentido de concluir os trabalhos antes da chegada do inverno. No início do próximo verão serão colocadas as comportas hidráulicas.
Esta intervenção visa a prevenção das cheias, a melhoria do ecossistema fluvial, a proteção das linhas de água e a melhoria do espelho de água.
O projeto contempla, ainda, a construção de um passadiço na zona do Carvalhedo, bem como a iluminação cénica da ponte e das margens do Rio Vouga.
Este é um investimento de cerca de 1,3 milhões de euros, comparticipado em 1 milhão de euros pelo Fundo Ambiental.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Facebook