PJ detém presumível autor de crime de fogo florestal em Oliveira de Frades




Um homem de 59 anos foi detido por ser o presumível autor do crime de um incêndio florestal que ocorreu na quarta-feira, em São João da Serra, Oliveira de Frades, revelou hoje a PJ.

A PJ “procedeu à identificação e detenção fora de flagrante delito, na madrugada de hoje, do presumível autor de um crime de incêndio florestal ocorrido ao final da tarde de 20 de julho”.

O incêndio ocorreu na localidade de São João da Serra, concelho de Oliveira de Frades, distrito de Viseu, e a identificação e detenção contou com os trabalhos do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro e do Núcleo de Proteção Ambiental da GNR – Destacamento de Viseu.

“O ‘modus operandi’ consistiu no recurso a uma vela deixada a arder no chão para dar início ao incêndio no meio de um pinhal inserido em zona de extensa mancha florestal, provocando um incêndio que devastou mais de um hectare de área florestal”.

Segundo um comunicado da PJ, “não foi possível determinar qualquer motivação racional ou explicação plausível para a prática dos factos em investigação, para além de um quadro grave de alcoolismo”.

“O incêndio foi debelado com recurso a vários meios aéreos e um relevante número de viaturas e bombeiros cujo pronto e robusto combate impediu consequências ainda mais gravosas”.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Facebook