PCP solidário com a luta dos trabalhadores da Brintons




A Comissão da Organização Interconcelhia de Lafões do PCP denunciou a medida posta em prática pela administração da empresa BRINTONS, em Campia (Vouzela), de desmantelamento de equipamento da empresa, nomeadamente de quatro teares, os mais avançados tecnologicamente, para deslocalização dos mesmos.

Em nota de imprensa, o PCP considera que esta operação coloca em causa muitos postos de trabalho, directa e indirectamente, seja no presente, seja no futuro.

Para os comunistas, a decisão desta empresa, é tão mais inaceitável quanto o facto de manter grande parte dos seus trabalhadores em regime de Lay-off simplificado desde de Abril de 2020 e por essa via continuar a receber apoios públicos.

No passado dia 23, uma delegação do PCP esteve solidariamente presente, na concentração à porta da empresa, promovida pelos seus trabalhadores e pela CGTP-IN, para exigir a manutenção dos teares, garantir os postos de trabalho e funcionamento da BRINTONS no futuro.  

O PCP lembra que, num quadro em que tantos apelam à retoma da actividade económica no sector do turismo, esta empresa têxtil produz tapeçaria de alta qualidade precisamente para esse sector, nomeadamente para cruzeiros, aviões, hotéis e casinos.

É nesse sentido que o PCP questionará o Governo, assim que tome posse, sobre quais as medidas que tomará para impedir a saída destes equipamentos, garantir os postos de trabalho e assegurar o cumprimento das condições de acesso aos apoios públicos por parte da empresa.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Facebook