GNR apreende tabaco avaliado em 110 mil euros




A GNR apreendeu nos distritos do Porto e Vila Real 115 mil cigarros de contrabando e folhas de tabaco suficientes para produzir mais 375 mil, no valor global de 110 mil euros, anunciou hoje fonte policial.

A comercialização deste tabaco em circuitos clandestinos teria causado ao Fisco um prejuízo de 85 mil euros, em imposto sobre o tabaco, calculou o Destacamento de Ação Fiscal do Porto da GNR, que consumou a apreensão no âmbito da operação denominada “Dark Smoke”.

Numa ação desenvolvida na quarta-feira, foram apreendidos ainda 100 litros de aguardente, uma arma de fogo, seis telemóveis e 7.100 euros, indica a GNR, em comunicado.

Ao todo, foram consumadas 12 buscas em residências, duas em armazéns e 11 em viaturas, nos concelhos de Gondomar, Paredes, Penafiel, Valongo (distrito do Porto), Vila Real, Chaves, Montalegre e Vila Pouca de Aguiar (Vila Real).

Quatro homens, com idades entre 60 e 85 anos, foram constituídos arguidos pelo crime aduaneiro de introdução fraudulenta no consumo e um deles também por detenção ilegal de arma, sendo os factos comunicados ao tribunal do Porto.

A investigação do caso decorria há nove meses.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Facebook