FC Porto vence e reassume liderança isolada após novo empate do Benfica

O FC Porto reassumiu na quarta-feira a liderança isolada da I Liga de futebol ao vencer por 1-0 o Marítimo, no Dragão, para a 26.ª jornada, e ao beneficiar do empate a 2-2 do Benfica em casa do Portimonense.



Os ‘dragões”, que partiram para a ronda em igualdade pontual com os “encarnados”, somam agora 63 pontos e descolaram do Benfica, que, com o empate em Portimão, caiu para a segunda posição, com 61.

Na segunda jornada após o regresso da competição, suspensa devido à pandemia de covid-19, o Benfica somou o quarto empate consecutivo na casa do Portimonense (2-2), num jogo em que esteve a vencer por 2-0, e deixou via aberta para o FC Porto regressar à liderança.

O Benfica, que na jornada de retoma empatou em casa com o Tondela (0-0), teve uma boa primeira parte em Portimão e colocou-se a vencer por 2-0 com golos de Pizzi, aos 18 minutos, e André Almeida, aos 31, ficando bem encaminhado para a conquista dos três pontos.

Sem Jardel, ainda na primeira parte, e Grimaldo, já na segunda, ambos por lesão, o Benfica teve uma segunda parte desastrosa, aproveitada pelo Portimonense para empatar a 2-2 com golos de Dener, aos 66 minutos, e de Júnior Tavares, aos 76.

Escassos minutos após ter terminado o jogo do Benfica em Portimão começou no Estádio do Dragão a receção do FC Porto ao Marítimo, com os portistas a tentar aproveitar a passadeira para a liderança estendida pelo rival da capital.

O mexicano Jesús Corona, que já tinha marcado na derrota em Famalicão (2-1), no regresso do campeonato após a suspensão, fez o golo da vitória do FC Porto (1-0), aos seis minutos, numa partida em que escassearam as oportunidades.

O encontro ficou ainda marcada pela expulsão do defesa brasileiro Alex Telles, aos 85 minutos, por acumulação de amarelos, e pelos jogadores da formação lançados pelo treinador Sérgio Conceição, nomeadamente Fábio Vieira e Diogo Leite.

Com a derrota no Dragão, o Marítimo somou o quinto encontro sem vencer e manteve o 15.º lugar, com 25 pontos, cinco acima da zona de despromoção, delimitada pelo Portimonense (17.º, com 20).

Vitória de Setúbal e Santa Clara empataram a 2-2, numa partida em que a formação insular, concentrada em Lisboa, na Cidade do Futebol, adiantou-se no marcador, através de uma grande penalidade convertida pelo brasileiro Thiago Santana, aos 38 minutos.

A formação sadina deu a volta e colocou-se em vantagem com golos de Hildeberto Pereira, aos 45+4 minutos, e pelo italiano Mirko Antonucci, que se estreou a marcar aos 78, mas o Santa Clara repôs a igualdade a 2-2 pelo brasileiro de Cryzan, aos 86.

Com o empate, o Vitória de Setúbal aumentou para oito o número de jogos sem vencer no campeonato (cinco empates e três derrotas) e está em 11.º, com 30 pontos, enquanto o Santa Clara, que na jornada anterior tinha vencido o Sporting de Braga (3-2), é oitavo, com 34.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Facebook