EasyJet lança 13 novas rotas e reforça voos em oito destinos a partir de Lisboa




A easyJet revelou hoje que, após lhe terem sido atribuídos os 18 slots diários da TAP, vai operar 13 novas rotas e expandir os voos para oito destinos a partir de Lisboa.

A companhia aérea de baixo custo britânica referiu ainda que vai basear “mais três Airbus A321neo, o maior avião da companhia, na sua base em Lisboa, o que [lhe] permitirá (…) lançar 13 novas rotas e reforçar a sua capacidade para oito destinos, passando a operar para 10 países”.

Durante a apresentação das novas rotas e reforço de voos, José Lopes, responsável da easyJet para Portugal, afirmou que “este aumento de capacidade vai fazer com que a companhia passe a ser o operador n.º2 na capital portuguesa, permitindo dar um forte passo a nível de crescimento no aeroporto de Lisboa”.

As novas rotas estarão disponíveis a partir de outubro deste ano, sendo que os bilhetes vão estar à venda a partir de 18 de agosto.

Além disso, ficou a saber-se que a easyJet irá passar a voar para Bilbao, Barcelona, Valência, Furteventura, Grande Canária e Tenerife Sul (Espanha), Toulouse, Marselha e Limoge (França), Birmingham (Reino Unido), Zurique (Suíça), Milão Bergamo (Itália) e Marraquexe (Marrocos).

Entre os destinos que serão reforçados constam Porto Santo (Madeira), Milão Malpensa (Itália), Madrid (Espanha) e diversas cidades em França, nomeadamente Bordéus, Lyon e Nantes.

José Lopes explicou ainda que, nos fluxos domésticos, a easyJet será a “única companhia aérea a voar regularmente de e para o Porto Santo durante a época de inverno, com rotas desde Lisboa e Londres Gatwick.

E prosseguiu: “Estamos extremamente satisfeitos por revelar a nova rede da easyJet no aeroporto de Lisboa, que começará a operar a partir de 30 de outubro deste ano e que tornará a companhia na segunda maior transportadora a operar no aeroporto de Lisboa”.

Adiantou que a easyJet está também “particularmente feliz por trazer três A321 neo para Lisboa, que irão contribuir para tornar as operações [da companhia] ainda mais sustentáveis”, reduzindo o consumo de combustível em 15% e o ruído durante a descolagem e a aterragem em 50%.

O responsável da easyJet em Portugal realçou ainda que no final deste ano a companhia britânica irá ter “19 aeronaves baseadas em Portugal”, o que irá permitir transportar mais de 10 milhões de passageiros anualmente.

Em Portugal, a easyJet irá disponibilizar 4,8 milhões de lugares para esta estação de inverno (entre outubro de 2022 e março de 2023), um aumento de 51% em relação ao período pré-pandémico.

A partir do inverno, a easyJet terá um total de 19 aviões baseados em Portugal, uma rede de mais de 80 rotas de e para o país e espera transportar 10,3 milhões de passageiros anualmente, o que significa que se tornará na “terceira maior” companhia aérea no país.

Nos últimos 26 anos, a easyJet transportou cerca de 69 milhões de passageiros de e para Portugal, sendo que em relação com os níveis pré-pandémicos, a easyJet cresceu 51% em Portugal (+61% em Lisboa, +69% no Porto, +2% em Faro e +66% no Funchal).

Além disso, o investimento feito irá criar cerca de 130 empregos diretos em Portugal, onde a companhia aérea emprega atualmente mais de 500 pessoas.

Quando todos os processos de recrutamento estiverem finalizados, a easyJet terá cerca de 720 colaboradores qualificados.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Facebook