Detido Homem em Viseu por crime de incêndio florestal




O Comando Territorial de Viseu, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Viseu, deteve no passado dia 22  um homem de 59 anos por crime de incêndio florestal, no concelho de Viseu.

No âmbito de diligências de investigação devido a várias queimadas descontroladas em dois terrenos, os elementos da Equipa de Proteção Florestal (EPF) conseguiram apurar as causas e o responsável pelo incêndio florestal, tendo constatado que o homem havia realizado quatro queimadas distintas, sem adoção das medidas de segurança necessárias e sem efetuar a necessária comunicação prévia ao município, tendo permitido que as mesmas se descontrolassem, ao ponto do incêndio se propagar para terrenos confinantes, fazendo arder mais de 200 m2 de mato e pinhal.

O homem foi constituído arguido, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Viseu.

A GNR relembra que:

·         As queimas e queimadas são das principais causas de incêndios em Portugal;

·      Em qualquer altura do ano é proibido queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração florestal ou agrícola bem como efetuar queimadas sem pedir autorização ou fazer comunicação prévia;

·         Para evitar acidentes siga as regras de segurança, esteja sempre acompanhado e leve consigo o telemóvel.

A Guarda Nacional Republicana, através do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA), tem como preocupação diária a proteção ambiental e dos animais. Para o efeito, poderá ser utilizada a Linha SOS Ambiente e Território (808 200 520) funcionando em permanência para a denúncia de infrações ou esclarecimento de dúvidas.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Facebook