Arouca empresta computadores a 30 alunos para seguirem aulas virtuais





Trinta alunos de Arouca que não podiam acompanhar as aulas à distância vão receber computadores da autarquia, que hoje atribuiu esse empréstimo à necessidade de assegurar igualdade no acesso ao ensino digital, após encerramento das escolas devido à covid-19.

Na aquisição desse material informático e dos respetivos acessórios para ligação à Internet, o que abrange um consumo de 75 Gigabytes mensais durante um trimestre, o referido município do distrito de Aveiro investiu um total de 19.200 euros.

Em declarações à Lusa, a presidente da Câmara de Arouca disse que a medida resulta do facto de o 3.º período no ano letivo 2019/2020 constituir “um verdadeiro desafio, não só para alunos e professores, mas também para encarregados de educação e escolas”, pelo que se impõe garantir “igualdade de circunstâncias no acesso ao ensino à distância”.

Margarida Belém defendeu, aliás, que esse esforço por justiça se revela particularmente premente num município como Arouca, onde, em mais de 329 quilómetros quadrados caracterizados por uma orografia de elevados declives e pela predominância de floresta, “a cobertura de Internet não ocorre de forma generalizada em todo o território”.

Nessa perspetiva, a autarquia liderada pelo PS “não ficou indiferente aos constrangimentos que resultam deste regime de ensino à distância nem ao impacto que a pandemia teve no regular funcionamento das escolas”, pelo que, desde a primeira hora, vem estando “em permanente contacto” com os agrupamentos do concelho, procurando suprir as suas necessidades.

“Numa primeira fase, esse apoio esteve relacionado com a disponibilização de material de proteção individual e, agora, envolve o empréstimo de computadores portáteis e serviços de acesso à Internet aos alunos carenciados”, disse a autarca Margarida Belém.

A seleção dos estudantes que podem recorrer ao programa de empréstimo de material informático e a quantificação dos artigos em causa cabe, por sua vez, aos próprios agrupamentos de escolas do concelho, após análise da situação socioeconómica do candidato e mediante protocolo a assinar entre as partes.

Segundo informações da Câmara de Arouca, nesse município com cerca de 22.400 habitantes registaram-se até hoje dois óbitos e 32 casos de infeção por covid-19, assim como cinco casos de recuperação clínica. A Direção-Geral da Saúde atribuía às 14:00 ao mesmo território apenas 30 doentes confirmados.

O último balanço da DGS indicava 785 óbitos entre 21.982 infeções confirmadas. Entre esses doentes, 1.146 estão internados em hospitais, 1.143 já recuperaram e os restantes convalescem em casa ou noutras instituições.

A 16 de março todas as escolas do país foram encerradas e, desde 19 de março, o território nacional está em estado de emergência, o que vigora pelo menos até às 23:59 do próximo dia 02 de maio.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Facebook