Aprovado anteprojecto do Viseu Arena




O Executivo Municipal aprovou esta sexta-feira o anteprojecto de requalificação e adaptação do Pavilhão Multiusos para Viseu Arena. A empreitada tem um valor global superior a 5,1 milhões de euros.

Esta obra permitirá a Viseu ficar com a maior sala de espectáculos e recinto multiusos da região Centro, com uma capacidade superior a 5500 espectadores (aumento de 83% da sua lotação) e uma arena de 2500 metros quadrados.

“Trata-se de um investimento-âncora para Viseu e para a descentralização cultural e turística nacional”, considera o Presidente da Câmara Municipal, Almeida Henriques, adiantando que “as garantias de sustentabilidade deste equipamento estarão asseguradas pela lotação alcançada, sem paralelo na região, e a flexibilidade do espaço para acolher qualquer tipo de realização”.

Algumas das novidades respeitam à incorporação de ecrãs e de uma cortina de luz na fachada do equipamento, para um diálogo com a cidade, à criação de novas zonas de público (uma tribuna suspensa, 14 camarotes e 680 premium seats) e à instalação de 1 restaurante e de um lounge panorâmico para a cidade com vocação para catering e eventos premium.

Ainda de acordo com o Presidente da Câmara, este projecto “visa ainda gerar oportunidades de desenvolvimento de competências empresariais e técnicas locais ligadas às indústrias criativas, culturais e turísticas, com impacto positivo no empreendedorismo e no emprego local”.

São objectivos do Viseu Arena colocar Viseu no mapa nacional e ibérico da oferta de espectáculos, reforçar a dinâmica local e a descentralização cultural nacional e incrementar a atractividade turística de Viseu no Centro-Norte de Portugal e nos respectivos eixos ibéricos.

“Estou certo que Viseu criará uma centralidade nestes domínios, sendo uma alternativa a Lisboa e Porto”, reforça o autarca.

Protocolo entre o Município e a Vissaium XXI

O Executivo Municipal aprovou ainda a adenda ao protocolo de colaboração com a Vissaium XXI.

Na prática, este protocolo visa dar suporte ao plano de actividades da associação Vissaium XXI para o ano de 2019, nomeadamente permitir a inclusão de Viseu no circuito do conhecimento tecnológico e dinamizar um ecossistema regional e transfronteiriço de empreendedorismo através da promoção de projectos empresariais inovadores ou de base tecnológico, do apoio à criação de start-ups, da dinamização de soluções empresariais que respondam às necessidades surgidas com a criação de centros de competência e de novos players tecnológicos que se instalam em Viseu e da valorização dos recursos endógenos associados ao meio rural e ao turismo.

“Estamos a criar um ecossistema regional e transfronteiriço de empreendedorismo”, observa o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques.

O complexo que acolhe a Vissaium XXI está instalado onde em tempos funcionou o polo regional de Viseu da Universidade Católica.

Com uma área de 10 mil metros quadrados, a Vissaium XXI vai ter ainda serviços complementares à actividade empresarial, nomeadamente áreas sociais partilhadas, uma escola de cozinha e um jardim de infância. O anteprojecto prevê também a criação de um laboratório colaborativo, vários espaços de incubação e co-work.

Meio milhão investidos na urbanização do Viso Sul

O projecto de requalificação da urbanização do Viso Sul foi aprovado pelo Executivo Municipal. O valor da empreitada é superior a 500 mil euros e o prazo de execução de 126 dias.

A obra visa a requalificação de passeios, abate de árvores e plantação de novas para cumprimento das acessibilidades a pessoas com mobilidade condicionada, estacionamento, zonas verdes e sinalização.

No âmbito de plano de intervenção nos bairros de Viseu – designado “Eu gosto do meu bairro” -, o Município já conclui empreitadas em cinco bairros, com diversas fases de obra nalguns deles.

Para o Presidente da Câmara Municipal, Almeida Henriques, “este programa confere um padrão elevado de qualidade e atractividade a alguns dos bairros mais importantes e queridos do concelho. É um novo fôlego à cidade-jardim e para o bem-estar de muitos milhares de residentes.”

O valor global do plano “Eu gosto do meu bairro” é superior a 5 milhões de euros.

1 milhão euros para 16 freguesias

O Executivo Municipal aprovou ainda contratos-programa e protocolos com 16 freguesias, num superior a 1 milhão de euros.

Estes acordos visam a melhoria de pavimentações, prolongamento do sistema de águas pluviais e saneamento básico, ampliação de cemitérios, requalificação de bairros, criação de escolas de música e melhoria de recintos desportivos.

Já este mês, recorde-se, o Executivo havia aprovado contratos-programa com 3 freguesias, no valor de 200 mil euros.

“Este Executivo tem feito um investimento sem precedentes na melhoria da qualidade de vida de todos os cidadãos do Concelho, bem patente no valor já investido nas freguesias, que ascende a 40 milhões de euros. Damos um bom exemplo ao Estado do que é praticar a coesão territorial”, refere o Presidente da Câmara.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Facebook