União Desportiva Sampedrense desmente qualquer envolvimento em aliciamento de jogadores

Conferência de Imprensa da UDS




A comissão administrativa que gere actualmente a União Desportiva sampedrense, rejeitou ontem em conferência de imprensa, qualquer envolvimento, num alegado caso de aliciamento a um jogador do Carregal do Sal.

A notícia sobre esta situação, começou a circular no final da passada semana e dava conta da denúncia efectuada, por um jogador do Carregal do Sal, que alegadamente se queixou de ter sido aliciado por alguém ligado ao clube sampedrense.

Em conferência de imprensa realizada no municipal da Pedreira, os dirigentes recusam qualquer tipo de ligação a processos desta natureza e prometem não baixar os braços na defesa da instituição com mais de 70 anos de existência.

Durante o encontro com a comunicação social, os dirigentes da UDS, foram ainda confrontados, com noticiais surgidas já esta semana e que davam conta de uma visita de uma brigada do SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) ao municipal da Pedreira, onde teriam sido encontrados jogadores em situação de presença irregular em Portugal. António Pereira porta-voz da CA, confirmou a presença de elementos do SEF nas instalações do clube, mas frisou que todos os jogadores apresentaram perante as autoridades a documentação que comprova a sua situação legal no país.

 




Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.