Obra da ETAR do Valgode vai ter comparticipação máxima

ETAR intermunicipal
ETAR Valgode

A obra de requalificação da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Valgode vai ser comparticipada pelo Fundo de Coesão em 85%

Apesar de na aprovação da candidatura a comparticipação atribuída ter sido de 62%, após diversos contactos e diligências realizadas pelas autarquias de São Pedro do Sul e Vouzela, junto do POSEUR (Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos) o financiamento foi aumentado para o limite máximo previsto.

Em declarações à Lafões, o presidente da câmara de São Pedro Sul, explica o que esteve em causa nesta alteração.

O aumento da comparticipação na obra representa para os municípios de São Pedro do Sul e Vouzela uma poupança na ordem dos 300 mil euros.

O contrato de empreitada da ETAR foi assinado em Janeiro, estando agora a aguardar o visto do Tribunal de Contas, prevendo-se que a obra inicie durante o próximo mês de Abril.

Adjudicada por mais de 3,8 milhões de euros, esta empreitada visa reabilitar a ETAR intermunicipal de Valgode, contemplando ainda a construção de 25 kms de emissários nos concelhos de Vouzela e de S. Pedro do Sul abrangendo no caso de São Pedro do Sul, as freguesias de S. Pedro do Sul, Várzea e Baiões, Bordonhos e parte de Pinho.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.