Nelas tem três milhões de euros de fundos comunitários para reabilitação urbana


A Câmara de Nelas anunciou ontem ter conseguido mais de três milhões de euros de fundos comunitários para investir na reabilitação urbana, estando previsto o arranque de obras ainda este ano.

Em comunicado, a autarquia explica ter contratualizado com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro a possibilidade de realização de obras de reabilitação urbana da sua zona histórica.

Essas obras “terão um orçamento total de 3,3 milhões de euros no período 2016-2021, sendo que até maio de 2017 terão que ser apresentados os projetos concretos para obras no valor de 1,5 milhões de euros (1,2 milhões de euros de fundos comunitários)”, explica.

Segundo a autarquia, estas operações de reabilitação urbana, “que por decisão exclusiva da CCDRC só podem ter lugar nas sedes de concelho, foram aprovadas em reunião de Câmara em termos de projeto global”.

As obras de requalificação ocorrerão nas 4 Esquinas (custo previsto aproximado de 100 mil euros), no Largo da Estação (70 mil euros), na Avenida António Joaquim Henriques (150 mil euros), no Largo dos Bombeiros Voluntários (70 mil euros), na Praça do Município e no seu espaço envolvente (640 mil euros) e na Praça da Igreja Matriz (540 mil euros).

“Numa segunda fase, em termos de reprogramação e reforço de verbas, está contratada a requalificação do Cineteatro para Casa das Artes, num investimento de 1,4 milhões de euros, e a requalificação do espaço envolvente ao mesmo, no valor de 360 mil euros”, avança.

O projeto de requalificação das 4 Esquinas foi hoje aprovado em reunião de Câmara, o que permitirá o arranque da obra ainda este ano, “como acelerador de investimento de montante equivalente a 10%, ou seja, mais de 120 mil euros”.

“Será concretizado nos próximos três meses, particularmente com a requalificação ao nível do pavimento, da mobilidade, da iluminação, da arborização, entre outras alterações, melhoramentos que visam constituir motivo de atração dos munícipes para o centro histórico de Nelas”, explica a autarquia.

Esta obra acontece também “na perspetiva da construção de uma praça que seja um elo de ligação entre a Câmara Municipal, a Rua Gago Coutinho, a futura Loja do Cidadão (a edificar nas instalações da antiga Conservatória, junto ao Tribunal) e a Avenida Abel Pais Cabral, o Largo dos Bombeiros Voluntários e a intersecção entre o Largo da Estação, a Avenida António Joaquim Henriques e a sua ligação à Quinta do Pomar”, acrescenta.

De acordo com a autarquia, encontram-se ainda em análise na Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões investimentos ao nível da mobilidade, sinalização, percursos pedestres e cicláveis e também relativos à inclusão social.

No que respeita às freguesias, a autarquia garante que, este ano e no próximo, serão realizadas obras “com outras verbas de fundos comunitários e com verbas do orçamento municipal, bem com obras decorrentes das compensações da não construção da Barragem de Girabolhos”.

“Ao nível da reabilitação urbana, Nelas vai certamente tornar-se uma vila urbana, atrativa e que corresponda à excelência da sua componente empresarial – industrial, comercial, turística e agrícola -, bem como à excelência do seu tecido social”, sublinha.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.