Mais do mesmo… SUB de São Pedro do Sul, volta a parar!

O Serviço de Urgência Básica de São Pedro do Sul, voltou a estar inoperacional nesta Quarta-feira. No primeiro dia deste mês de Março, voltou-se a repetir os episódios já vividos, nos primeiros dias, quer de Janeiro, quer de Fevereiro deste ano. Ao que a Lafões apurou, desde as 08:00 da manhã, desta Quarta-feira, que não existiu nenhum médico a prestar trabalho no Serviço de Urgência Básica de São Pedro do Sul. As razões, não foram avançadas, mas tudo aponta, para que o problema de contratualização de clínicos, ainda não esteja devidamente solucionado.

Recorde-se, que quer no início de Janeiro, quer também no início de Fevereiro a situação ocorreu, em virtude de desentendimentos sobre os processos contratuais, com as empresas de serviços, responsáveis, pela colocação de médicos, nesta unidade de urgência.

A Lafões sabe, que foram dadas instruções, para que em caso de situação grave, fosse contactado um clínico em serviço no Centro de Saúde, mas apenas para essas situações, tidas como muito complicadas. Nos restantes casos, o CODU – Centro de Orientação de Doentes Urgentes, recebeu instruções, no sentido de canalizar todos os casos, directamente para o Hospital São Teotónio, em Viseu.

Este é já o terceiro episódio desde o início do ano, em que se verificam falta de médicos, nas urgências da SUB de São Pedro do Sul. Recorde-se que neste tipo de equipamento, para além de dever estar alocada uma ambulância SIV – Suporte Imediato de Vida, terão de estar em permanência dois médicos. Acontece, que nestes últimos casos, nem um único médico marcou presença na SUB.

Ao que tudo aponta a situação resulta de problemas relacionados com o concurso público aberto, para esta prestação de serviços, que terá sido alvo de contestação, por parte de um dos concorrentes.

Certo é que, esta situação, voltou a provocar insatisfação entre os utentes. Durante os poucos minutos, em que a reportagem da Lafões esteve no local, na tarde de Quarta-feira Ana Lourenço de Santa cruz da Trapa – São Pedro do Sul e António Rocha de Figueiredo das Donas – Vouzela, foram dois dos casos não atendidos.

Recorde-se que o SUB- Serviço de Urgência Básica de São Pedro do Sul, está referenciado como o local de atendimento a doentes urgentes, oriundos dos concelhos de Castro Daire, Oliveira de Frades, Vouzela e São Pedro do Sul. Segundo apuramos a situação deverá estar resolvida ou pelo menos normalizada a partir das 20:00 horas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.