Fórum Politécnico #7 no IPV com a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

IPV
Politécnico de Viseu

O Instituto Politécnico de Viseu recebe no próximo dia 21 de Março – data em que se celebra, entre outras comemorações, o Dia Internacional das Florestas, efeméride à qual o evento se associa – a partir das 10:30h, a sétima edição do “Fórum Politécnico”, dedicada à temática da floresta e das tecnologias das madeiras. O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, professor Manuel Heitor, vai presidir à sessão de encerramento do fórum, que decorre no Anfiteatro 1 da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu.

O Fórum Politécnico #7 é dedicado à temática das florestas e das tecnologias associadas aos seus produtos, com aplicação nos mais variados sectores da economia e da sociedade, e tem como objectivo específico discutir projectos de I&D e actividades em curso orientadas para o desenvolvimento de redes de escolas e laboratórios multidisciplinares de relevância local, nacional e internacional nesta área do conhecimento e a sua evolução.

O programa consigna, para a parte da manhã, a sessão de abertura, que conta com as intervenções dos presidentes do Instituto Politécnico de Viseu, CCISP, Agência Nacional de Inovação e da AIMMP. Os trabalhos prosseguem com a realização de duas sessões: “Florestas e papel” e “Madeiras”, que contemplam 6 comunicações e quatro comentários especializados.

A parte da tarde está reservada para a terceira sessão e mesa redonda subordinada ao tema “Desafios e oportunidades da fileira florestal e madeiras”, com moderação do presidente da Câmara Municipal de Viseu e participação das empresas: IKEA, Movecho, Amorim, Vicaima, AFIFF, APCMD, SERQ, e SONAE-Arauco.

A intervenção do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, professor Manuel Heitor, encerra a sétima edição do Fórum Politécnico.

O “Fórum Politécnico” é uma iniciativa promovida pelo Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), em estreita colaboração com a Agência Nacional de Inovação (ANI), no âmbito do Programa de modernização e valorização do ensino politécnico, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, com vista a potenciar e fortalecer “Cidades e regiões com conhecimento”.

Esta edição do fórum é organizada em parceria com o Instituto Politécnico Viseu.

A iniciativa “Fórum Politécnico”:

Um espaço dinâmico de discussão informada de ideias e projectos entre actores relevantes da sociedade e do tecido produtivo, social e económico, público ou privado, e investigadores, docentes e estudantes de institutos politécnicos, para discussão de temas de interesse comum, numa base territorial e com vista à operacionalização de iniciativas futuras de investigação baseada na experiência e na prática, juntamente com acções de formação e qualificação da força de trabalho. Cada “Fórum Politécnico” tem por objectivo contribuir para identificar acções e projectos que possam colaborar na implementação de políticas públicas sectoriais e responder a necessidades e objectivos específicos das regiões, do tecido social e empresarial, assim como contribuir para modernizar e reforçar o papel das instituições de ensino superior politécnico, incluindo novas ofertas formativas e parcerias para o conhecimento e novos projectos de I&D baseados na prática.

Cada edição é organizada na forma de uma reunião temática, por convite, promovida pela Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica Ciência Viva, a Agência Nacional de Inovação e o CCISP, em estreita colaboração com os institutos politécnicos, com vista a apresentar e discutir desafios, projectos e ideias relevantes suscitados por entidades do tecido sócio-económico, públicas ou privadas. Para cada desafio identificado são apresentadas e discutidas propostas de base territorial por vários investigadores de institutos politécnicos, de modo a promover e explorar oportunidades de cooperação das escolas politécnicas com as instituições sociais e económicas, incluindo empresas. Os eventos realizam-se em instalações de instituições de ensino superior politécnico, com uma periodicidade mensal, incluindo a discussão com empresas e actores públicos. Sucessivas edições circularão pelo País e pelas várias escolas do sistema politécnico.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.