Farense regressa às vitórias, na receção ao Académico de Viseu



O Farense regressou ontem às vitórias ao ganhar por 1-0 na receção ao Académico de Viseu, em jogo da 24.ª jornada da II Liga de futebol, valendo a grande penalidade assinada por Rambé, aos 17 minutos.

Na primeira vitória do técnico Horácio Gonçalves, depois de duas derrotas, ao seu terceiro jogo no comando dos algarvios, a sua equipa mostrou-se mais eficaz perante um Académico que merecia o empate, mas desperdiçou a outra grande penalidade do jogo, por Bura, aos 65 minutos.

O encontro teve ainda a particularidade, inédita até agora em jogos das competições profissionais de futebol e sublinhada em comunicado pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional, de ter tido uma dupla de delegadas (Helena Relvas e Ana Santos).

A primeira parte teve pouca história, mas o Farense, que não ganhava em casa há dois meses e contava apenas uma vitória nos últimos nove jogos, surgiu coletivamente um pouco melhor do que nos encontros recentes, acabando por chegar à vantagem à passagem do minuto 17.

O árbitro Manuel Mota descortinou uma grande penalidade num lance confuso na grande área viseense e o avançado cabo-verdiano Rambé, chamado à conversão, não desperdiçou, colocando ponto final numa ‘seca’ de 13 jogos sem marcar.

O jogo manteve-se fraco, mas equilibrado, registando-se apenas duas boas oportunidades, uma para cada lado, até ao intervalo, por Harramiz (24) e Bruno Carvalho (45+1), ambas com defesas dos guarda-redes.

A equipa de Viseu impôs outra dinâmica após o intervalo, instalando-se no meio-campo algarvio à procura da igualdade, enquanto o Farense se limitou a defender durante toda a segunda parte.

O Académico saiu castigado pela ineficácia na hora de rematar à baliza, desperdiçando várias ocasiões no segundo tempo: o central Bura tornou-se na figura, pela negativa, ao falhar uma grande penalidade, aos 65 minutos, permitindo uma boa defesa de Ricardo.

O técnico do Farense, Horácio Gonçalves, foi expulso já nos descontos, depois de se ter envolvido numa discussão com Bura.

 

Jogo no Estádio de São Luís, em Faro.

Farense – Académico de Viseu, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

 

Marcador:

1-0, Rambé, 17 minutos (grande penalidade).

 

Equipas:

– Farense: Ricardo, Hugo Ventosa, Diogo Silva, Felipe Barros, Delmiro, Bilro, Thomas Agyiri, Harramiz, Márcio Sousa (Osama Rashid, 69), Diogo Coelho (Irobiso, 61) e Rambé (Tiago de Leonço, 86).

(Suplentes: Miguel Carvalho, Roni, Celsinho, Osama Rashid, André Afonso, Tiago de Leonço e Irobiso).

Treinador: Horácio Gonçalves.

– Académico de Viseu: Ricardo Janota, Tomé, Tiago Gonçalves, Bura, Kiko, Romeu Ribeiro, Clayton (Forbes, 78), Alex Porto (Gradíssimo, 61), Tiago Borges, Bruno Carvalho (Yuri, 61) e Fábio Martins.

(Suplentes: Ruca, Gradíssimo, Forbes, Yuri, João Ricardo, Ricardo Ferreira e Capela).

Treinador: Ricardo Chéu.

 

Árbitro: Manuel Mota (Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Delmiro (03), Diogo Coelho (39), Alex Porto (44), Márcio Sousa (45), Rambé (76), Bura (90+1) e Osama Rashid (90+6). Horácio Gonçalves, treinador do Farense, foi expulso aos 90+1 minutos.

 

Assistência: Cerca de 800 espetadores.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.