Câmara de Nelas quer construir seis novas ETAR com apoio dos fundos europeus


A Câmara de Nelas anunciou hoje que se candidatou a um apoio financeiro para a construção de seis Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR), que representam um investimento total de cerca de 1,5 milhões de euros.

A autarquia espera receber um apoio financeiro de 85% do Portugal 2020/ Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR) para a construção das novas ETAR.

Segundo o presidente da autarquia, José Borges da Silva, duas ETAR serão em Santar (com investimento cada de 133 mil euros cada) e as restantes em Moreira (266 mil euros), Aguieira (366 mil euros), Lapa do Lobo (233 mil euros) e Vilar Seco (266 mil euros), “num investimento total próximo de 1,5 milhões de euros, montante máximo para saneamento por município permitido nesta candidatura”.

As ETAR foram “todas projetadas para serem para ali direcionados os efluentes, graviticamente evitando, assim, custos energéticos”, explicou.

O prazo previsto para aprovação da candidatura é de 60 dias e o de execução das obras (depois do concurso e após adjudicação) de 12 meses.

O autarca recordou que “para completar o sistema de águas residuais está em fase de adjudicação aos empreiteiros a construção em 19 meses da grande ETAR de Nelas 3 e o sistema intercetor (de toda a freguesia de Nelas e das suas duas zonas industriais)”. Em fase de adjudicação está também “a recuperação das 29 fossas para ETAR com carvão ativado”.

“Em setembro será candidatada ainda a apoio de fundos comunitários a construção de uma nova ETAR que cubra a zona industrial da Ribeirinha em Canas de Senhorim, Vale de Madeiros e a zona das Lameiras também em Canas de Senhorim”, avançou.

Segundo Borges da Silva, o sistema de águas residuais do concelho “conta já com as ETAR de Felgueira, Urgeiriça, Folhadal Sul, Moreira e Canas de Senhorim em funcionamento e as ETAR de Nelas 1 e 2 em acompanhamento”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.