Assembleia Municipal de Oliveira de Frades teve momentos de tensão

Assembleia Municipal de Oliveira de Frades




Momentos de tensão e algumas intervenções mais crispadas marcaram o período antes da ordem do dia, da última reunião da Assembleia Municipal de Oliveira de Frades.

Durante esta fase da reunião, vários deputados questionaram o presidente da autarquia, Paulo Robalo Ferreira, sobre o andamento das obras nas zonas de fruição ribeirinha de Sejães e da Carriça (São João da Serra).

O presidente do executivo deu alguns esclarecimentos, mas remeteu para o vice-presidente Carlos Pereira, uma explicação mais exaustiva sobre o tema.

Recorde-se que na anterior Assembleia Municipal, havia sido criada uma comissão de acompanhamento às obras da zona de fruição ribeirinha de Sejães e da Carriça, comissão essa, que já reuniu com o executivo camarário a pedido deste e onde foram transmitidos aos membros da comissão as informações sobre as intervenções em curso.

Durante a reunião da última Sexta-feira e a solicitação de Paulo Robalo Ferreira, o vice-presidente, Carlos Pereira, preparava-se para transmitir a toda a Assembleia um historial de todo o processo que envolve estas praias fluviais.

Acontece, que desde cedo se percebeu, que o presidente da Assembleia Municipal, Luís Vasconcelos (anterior presidente da câmara municipal) não iria permitir tal intervenção.

A justificação apresentada pelo presidente do órgão deliberativo para tal recusa, foi a de que, tal intervenção iria esvaziar de conteúdo a tarefa de que foi incumbida a comissão de acompanhamento, criada no passado mês de Fevereiro.

Carlos Pereira, ainda tentou insistir, mas Luís Vasconcelos ameaçou mesmo dar por encerrada a reunião, caso o vice-presidente da câmara insistisse no tema. O presidente da Assembleia, permitiu apenas, que o vereador comunicasse factos novos, que não teriam sido transmitidos aos membros da comissão, na reunião realizada entre as partes.

Esta situação levou a alguns momentos de maior tensão na sala, com alguns diálogos mais crispados, entre os diversos intervenientes.

 




Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.